Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Volta às aulas presenciais com acolhimento e cuidado emocional
Início do conteúdo da página Notícias

Volta às aulas presenciais com acolhimento e cuidado emocional

  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 26/11/2021 16h37
  • última modificação 26/11/2021 16h40

Os estudantes do IFMA Campus Codó foram recepcionados no retorno às aulas presenciais na modalidade mista, com uma programação que contou com rodas de conversa com psicólogos, palestras sobre os protocolos de segurança contra a Covid-19 e apresentações artísticas.

 

Os dias 22 e 23 de novembro foram planejados para acolher a comunidade acadêmica de uma forma diferente. Todos reunidos, respeitando os protocolos de segurança contra a Covid-19, puderam refletir sobre o momento da pandemia vivenciado na forma de isolamento social, o retorno presencial ao campus e a nova rotina de estudos.

 

 

Para o diretor- geral do campus, professor Wady Lima Castro Júnior, o retorno das atividades acadêmicas presenciais no Campus Codó é motivo para deixar todos contentes. “Estamos retornando por acreditar num cenário mais ameno da pandemia do novo coronavírus”, informou. “A instituição foi preparada para atender aos protocolos de biossegurança e estamos sensibilizando toda a comunidade acadêmica para seguir essas medidas”, prosseguiu. “A nossa escola sem a presença física do corpo discente não apresenta o mesmo brilho”, finalizou.

 

A pandemia do coronavírus exigiu o distanciamento social, além de medidas e cuidados para garantir a saúde de todos e muitos desafios surgiram, como a adaptação da escola e dos alunos com os novos métodos de estudos que precisaram ser implementados. “Isso refletiu fortemente na saúde emocional de todos: escola, alunos e família”, explica a psicóloga do campus, Alessandra Macedo.

O acolhimento no dia 22 de novembro contemplou rodas de conversa com psicólogas que atuam no Centro de referência da Assistência Social do município de Codó, além de momento artístico cultural com apresentação de danças. No dia seguinte, o Grupo Crespos Cacheados – Movimento social da cidade de Caxias – participou de debate sobre o dia da consciência negra. No final da apresentação, os alunos participaram de uma oficina de turbantes.

 

Dando continuidade às atividades, os alunos conheceram a história do hip-hop e puderam vivenciar movimentos próprios dessa dança. Para a estudante do 2º período do Curso de Química, Nadyele Alves Freitas, ter a oportunidade de retornar a escola e ser recepcionada com palestras e atividades culturais foi importante como motivação para finalizar o período letivo: “Estar próxima dos professores e colegas é uma grande satisfação e isso gera vontade de estudar mais ainda”, avaliou.

registrado em:
Fim do conteúdo da página