Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > IFMA Codó promove 7ª Gincana da Consciência Negra
Início do conteúdo da página Notícias

IFMA Codó promove 7ª Gincana da Consciência Negra

O evento foi realizado após dois anos de suspensão em decorrência da emergência sanitária da COVID 19
  • Assessoria de Comunicação
  • publicado 01/12/2022 17h40
  • última modificação 10/01/2023 22h34

Estudantes do Programa de Educação de Jovens e Adultos participam do desfile Beleza Negra

Em comemoração ao Dia Nacional da Consciência Negra, foi realizada mais uma gincana organizada pela comissão do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (NEABI) do Campus Codó, com a participação dos alunos do Ensino Médio Integrado e do Programa de Educação de Jovens e Adultos (PROEJA). O evento, que já se tornou um dos maiores do campus, aconteceu durante os dias 22 e 23 de novembro, em consonância com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). A ideia foi integrar os dois eventos proporcionando uma série de atividades diversas aos participantes.

 

A gincana trouxe o tema “História e Cultura Afro-brasileira: uma viagem em resgate às nossas raízes” e, apesar de culminar em dois dias, foi desenvolvido durante o ano por conta, com tarefas como arrecadação de cestas básicas, brinquedos, ração, coleta de garrafas pet, dentre outros.

Estudantes do Ensino Médio Integrado durante o Desfile Beleza Negra

 

A ação demandou bastante esforço e empenho dos estudantes no sentido de atingir a pontuação da gincana, bem como conseguir atender o número máximo de famílias que serão beneficiadas com a entrega dos itens arrecadados e com a educação de respeito ao meio ambiente. Esse engajamento social proporcionado pela gincana leva os alunos a interagir com empresários e comerciantes locais em busca de patrocínio ou doações em prol das famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica, cujo índice, em Codó é bastante alto e inclui, também, os próprios estudantes do campus que também são contemplados nessa ação.

 

Ao longo dos dois dias de gincana, as equipes dos cursos técnicos em Agropecuária, Agroindústria, Meio Ambiente e Informática, e os cursos do PROEJA, de Manutenção e Suporte em Informática, Comércio e Agroindústria, empenharam-se em apresentações focadas no tema da história e cultura afro-brasileira e autores afro-brasileiros. Houve dança, literatura, música, declamação, esporte, dramatização, desfile, quiz e apresentações de grupos formados pelos povos tradicionais codoenses carregadas de crenças, legado, religiosidade e resistência.

Equipe campeã 2022 do Ensino Médio Integrado: Curso técnico em Meio Ambiente

A presidente da comissão do NEABI, Alessandra Monteiro, pontuou que a gincana vai muito além da ludicidade, da disputa individual de equipes. “Os alunos são incentivados a entender que o objetivo maior é a propagação e valorização da Consciência Negra e tudo relacionado a ela: o orgulho, os valores, a história, a contribuição para a sociedade brasileira, sem esquecer de trabalharmos e buscarmos uma escola antirracista”, afirmou. “E isso se faz através da conscientização e do trabalho em conjunto, pois são os próprios alunos que pesquisam, estudam e nos apresentam aquilo que eles construíram”, prosseguiu. “Quem performa ou quem assiste absorve essa consciência e são adolescentes, jovens e adultos que irão propagar esse pensamento adiante”, concluiu.

 

Para o diretor-geral do campus, Wady Castro, a comunidade escolar vivenciou, além da ruptura do cotidiano escolar com atividades mais envolventes, o chamamento a reforçarem os estudos e pensamentos sobre o tema do racismo tão presente na realidade brasileira. “O envolvimento dos alunos nas atividades propostas superou as expectativas”, afirmou. “É muito bom perceber o desenvolvimento e brilhantismo dos nossos alunos, desde a eloquência à capacidade de sensibilização nas discussões e apresentações”, prosseguiu. “Todos os envolvidos estão de parabéns”, finalizou.

Equipe campeã 2022 do PROEJA: Curso técnico em Comércio

Fim do conteúdo da página